(41) 99821-2381 pecaoracao@gmail.com

Na live do dia 26/06/19 “Burburinho: A criminalidade não tem coloração” fiz uma alusão a um vídeo que vi da Joice Hasselmmann, e lembro de ter comentado o fato de não ter ido olhar o seu outro vídeo, pois não tive tempo.
Hoje recebi uma chamada do nosso querido amigo e irmão Joabson, que comenta com certa prudência, que talvez esse vídeo da Joice tenha sido adulterado por algum motivo.
Bem, eu fico feliz em observar que estamos unidos, e que estamos buscando juntos a verdade.
De qualquer forma, fica aqui registrada a minha anuência ao fato de haver sim possibilidade de adulteração, e além disso, eu não sou um seguidor de Joice, mas, reafirmo que alguma coisa que ela divulga, tem encontrado forte amparo. Obrigado meu querido Joabson, gosto de ver que está atento a tudo…

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Dia 16/06/19 foi morto a tiros em sua casa, o pastor Anderson do Carmo, marido da deputada FlordeLis.
Sinceramente, não comentei sobre o assunto, por motivos que nem eu mesmo entendo, afinal de contas, foi um assassinato, mas…
Bem, hoje vem uma notícia, talvez interessante, pois a noticia fala do fato de que Anderson e sua esposa teriam 55 filhos adotivos.
O curioso nisso é que existe um programa no Rio de Janeiro que contempla o servidor público que adote crianças “Um Lar Para Mim”, este é o nome do programa, tem características muito interessantes.

“Art. 3º – O auxílio-adoção será concedido nos seguintes valores:
a) 3 (três) salários mínimos por acolhimento de criança de 5 (cinco) a menos de 8 (oito) anos;
b) 4 (quatro) salários mínimos por acolhimento de criança de 8 (oito) a menos de 12 (doze) anos;
c) 5 (cinco) salários mínimos por acolhimento de criança ou adolescente de 12 (doze) até 18 (dezoito) anos; e
d) 5 (cinco) salários mínimos por acolhimento de criança ou adolescente portador de deficiência, do vírus HIV (SIDA/AIDS) ou de outras doenças de natureza grave ou malígna que requeiram cuidados pessoais e médicos permanentes.

Parágrafo Único – O valor do auxílio-adoção, para cada beneficiário, para cada beneficiário, será atualizado à proporção da sucessão das faixas etárias previstas neste artigo.

Art. 4º – O auxílio-adoção perdurará até que a criança ou adolescente complete 21 (vinte e um) anos, sendo prorrogado até os 24 (vinte e quatro) anos, se comprovadas matrícula e freqüência a curso de nível superior.

Parágrafo Único – No caso de criança ou adolescente incluído no critério da alínea d do artigo anterior, o auxílio-adoção somente se extinguirá por morte.”

Tomando por base o exposto e levando-se em consideração que um grande número dos filhos adotivos que vimos não são propriamente crianças, alguém fez um cálculo que não podemos deixar de observar:

Uma vez que o valor mensal para cada filho adotivo com idade entre 12 a 18 anos é de cinco salários mínimos mensais, e levando-se em conta o fato de o casal ter mais de cincoenta filhos adotivos, eis o cálculo:
Segundo o responsável pelo cálculo, que não sei quem é, o casal teria 51 filhos adotivos maiores de 12 anos, ou seja: 51 x 5.000,00 = o que resultaria em R$ 255.000,00 por mês.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Apenas para quebrar o gelo:
Tirem sarro da esquerda à vontade na internet, só não esqueçam, mais cedo ou mais tarde, eles aprenderão a ler. E aí, como é que fica?

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

“Panfletagem digital” é o que Glenn vem promovendo através do seu site The Intercept, com o objetivo de destruir a credibilidade moral e ética de Sérgio Moro.
O Glenn Greenwald, resolveu promover o estardalhaço com aquelas “gravações” contra o Moro, Deltan Dallagnol, e alguns outros. Pois bem, isso o levou a encontrar inúmeras pessoas que o confrontaram e o confrontarão, como é o caso do Deputado Federal e Delegado Eder Mauro. Eder Mauro o destroça durante a audiência na Câmara.
Lembra-nos o parlamentar que o ataque dos hackers, contra o ex-juiz e atual Ministro da Justiça, tem um único objetivo, ou seja: aproveitando-se da ignorância do povo, bem como da forma irresponsável, como está sendo divulgado o material , conseguido, diga-se de passagem, de forma criminosa, incutir na mente do povo a possibilidade de Moro e a força-tarefa da Lava Jato, ter agido de forma irregular e assim, colocar o apedeuta em liberdade e abrindo caminho para a impunidade dos demais presos e outros indiciados nesta nação!
Ainda, acompanhando a linha de pensamento do delegado, relembramos que Moro é um homem de fato e de direito, sobre o qual, não pesa qualquer coisa que o incrimine. Um homem que acima de tudo, ousou colocar na qualidade de juiz, criminosos poderosos atrás das grades.
Natural que qualquer pessoa de bem, não estaria fazendo apologia à santidade de Moro; caso alguém tenha algo que de fato sirva para a abertura de inquérito, investigação ou algo que o valha, contra Moro, que se revista de seu direito e faça sua denúncia junto aos órgãos competentes, munido dos documentos que embasem a referida denúncia.
Caso contrário, que tenham a certeza, Sérgio Fernando Moro deverá ser um dos próximos ministros do STF.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Que existem divergências para o termo, Intervenção Militar, quer seja ela pelo artigo 142, ou o artigo que cada um lhe queira dar, isso é fato, todo mundo sabe que a coisa, do jeito que está, é que não pode ficar. O que o povo quer, é a destituição da canalhada que ora domina o País. Querem os nomes dos canalhas?
Pois bem, faltará espaço para a lista, assim como, faltará a lembrança necessária de todos os nomes envolvidos, a fim de que fique aqui registrado, mas, tudo bem, como não tenho o rabo preso com ninguém, segue aqui a pequena lista de tudo o que o povo quer se ver livre: Antonio Dias Toffoli e sua turminha, ou seja, seus quase onze comparsas do STF; Rodrigo Maia e seus quase 513 cupinchas;
Davi Alcolumbre e os seus quase 81 borra-bostas que ali se alojam…
Bem, eu diria que se a limpeza começar por aí, já teremos algo perto dos aproximados 500 novos presidiários.
Aproveito para lembrar de uma frase de Bolsonaro, onde ele diz que a superlotação carcerária, é um problema que se dá justamente por responsabilidade dos próprios criminosos que se multiplicam por conta de seus próprios atos, ou seja, se deixam de delinquir, deixarão de ser presos e portanto, não terão que suportar os efeitos de cadeias superlotadas. Além disso, e não podemos deixar barato, o fato de que, ao adentrar como internos em locais, onde deverão passar algum tempo, que aprendam a cuidar da limpeza, bem como das normas e regras que ali tem que haver, porque se se começa a urinar de qualquer jeito, e em qualquer lugar, será óbvia a proliferação de moscas, ratos, baratas, piolhos e outros parasitas tais que farão da vida da população carcerária um inferno. Lembrando que a prisão de um membro da sociedade pelo motivo da delinquência, necessariamente não traz em seu bojo o interesse de reintegração do ilustre membro na sociedade, senão o interesse no afastamento desse indivíduo, a fim de que o mesmo não torne a reincidir, pela falta de punição que seja necessária para coibir a continuidade punitiva, evitando assim o caos social. O trabalho de reintegração social, passa a ser a especialmente do interesse do próprio indivíduo na sua volta à sociedade, curado, caso contrário, restará ao mesmo o exílio constante por conta de sua atividade delinquente.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Lembrando que de fato, ter sido encontrada uma certa quantidade de drogas de propriedade de um sargento, no avião de apoio da viagem presidencial, tem inúmeros pontos que merecem nossa consideração.
Primeiro: Isso com toda a certeza irá reforçar a segurança e a averiguação de todas as pessoas que estejam acompanhando os passos do presidente.
Naturalmente, que isso foi uma falha inadmissível da segurança do presidente e de seu entorno.
Segundo: Observemos que esse mesmo sargento, já voou com Lula, Dilma Temer, e por consequência, não resolveu virar traficante apenas agora, uma vez que, com Lula e Dilma especialmente, a corda estava totalmente solta.
Não acho necessário defender Bolsonaro. Critico apenas a segurança, que a meu entender, embora de leigo, falhou e falhou feio.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 270619 – Burburinho: Criminalidade favorece Intervenção – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

%d bloggers like this: