(41) 99821-2381 pecaoracao@gmail.com
O Hábito de Reconhecer a Provisão de Deus
16 de Maio de 2020
…para que por elas vos torneis participantes da natureza divina…
2 Pedro 1:4
16 de Maio de 2020

Somos feitos “co-participantes da natureza divina” tomando e partilhando da própria natureza de Deus através de todas as Suas promessas para logo termos de trabalhar através dessa mesma natureza para que opere até penetrar e tomar posse de toda a nossa natureza humana pelo desenvolvimento de hábitos santos. Um dos primeiros hábitos a desenvolver é o de saber reconhecer as provisões de Deus para nós. Dizemos, no entanto, “não consigo enfrentar esta luta”. Uma das mentiras mais severas prende-se com uma afirmação destas. Falando assim, até nos parece que nosso Pai celestial nos dispensou e nos deixou sem um tostão. Pensamos que se trata dum sinal de humildade podermos dizer no fim dum dia, “quase nem sobrevivi o dia de hoje e me foi uma grande luta”. Mas, sendo o Deus Todo-poderoso conosco, tendo nós Deus de verdade através de Jesus, porque nos queixamos então? Ele alcançará a ultima estrela para me abençoar e também usará a ultima pedrinha de areia caso eu lhe seja obediente. Será que importa mesmo que nossas circunstâncias sejam complicadíssimas? Porque importaria mesmo? Caso nos desfiguremos pela auto-piedade e lástima e nos tornemos indulgentes no luxo da miséria, removemos as riquezas de Deus de nossas próprias vidas e não permitimos que outros possam achar essa mesma provisão. Substituímos Deus por interesses apenas nossos. Tal atitude faz com que nossas bocas se abram para queixumes sem fim, tornando-nos assim esponjas espirituais, as quais absorvem mas nunca abrem mão do líquido que absorveram e também nunca se sentem satisfeitas. E verificamos assim, que nada de generoso e de bondoso existe em nossas vidas.

Antes que Deus se torne completamente satisfeito conosco, terá de nos tirar a chamada riqueza até que aprendamos que somente Ele é nossa Fonte. Como o Salmista disse: “Todas as minhas fontes estão em ti”, Sal.87:7. Se a majestade, a graça e os poderes de Deus nunca se manifestam através de nós, Deus nos responsabilizará por isso. “E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra”, 2Cor.9:8. E sempre que isso ocorrer, generosamente entregue aos outros do que recebeu. Seja visto e identificado pela natureza de Deus em si e Sua bênção e unção fluirão de dentro de si continuamente.

Bíblia em um ano: 2 Reis 24-25; João 5:1-24

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

Visão Tornada Realidade

Visão Tornada Realidade

Nós temos sempre visões de algo antes que se possa tornar realidade. Quando nos apercebemos que, embora a visão seja real, ela não é real em nós ainda, é a hora que Satanás chega com as suas tentações; então é fácil dizer que não adianta prosseguir. Em vez da visão se...

Não Faça Planos sem Levar Deus em Conta

Não Faça Planos sem Levar Deus em Conta

Não faça planos sem levar Deus em conta. Deus parece ter um jeito muito especial de transtornar os planos que fazemos quando não o temos em conta. Entramos em situações que não foram determinadas por Deus e de repente verificamos que estivemos "fazendo planos" sem...

Um dos Grandes “Nãos” de Deus

Um dos Grandes “Nãos” de Deus

Impacientar-se significa tornar-se maltrapilho, mental ou espi­ritualmente. Urna coisa é dizer: "Não te impacientes", mas ter uma disposição que o capacite a ser naturalmente paciente é outra coisa. Parece muito fácil falar e dizer "descansa no Senhor e espera nele",...

Share This