(41) 99821-2381 pecaoracao@gmail.com
A Busca Espiritual
24 de agosto
Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra?
Mateus 7.9
24 de agosto de 2020

O exemplo que o Senhor usa aqui para a oração é o de um bom filho pedindo uma coisa boa ao bom Pai. Falamos sobre oração como se Deus nos ouvisse independentemente do nosso relacionamento com ele, Mat.5.45. Nunca diga que não é da vontade de Deus dar-lhe aquilo que você lhe pede; não se assente para esmorecer, mas antes trate de descobrir qual a razão; intensifique a sua busca e examine as provas todas. Será que tem um bom relacionamento com sua esposa, com seu esposo, com seus filhos, com seus colegas de trabalho — você é um “bom filho” em todo o sentido da palavra? “Oh, Senhor, tenho andado irritado e mal-humorado, mas desejo uma bênção espiritual hoje ainda”. Não poderá recebê-la enquanto não se colocar na condição de um filho exclusivo.

Confundimos provocação com devoção; confundimos argumen­tar com Deus com entrega a Deus. Não queremos consultar as provas. Tenho pedido a Deus que me dê dinheiro para algo que desejo, quando tenho dívidas que ainda nem paguei? Estarei pedindo a Deus liberdade, enquanto a retiro de alguém perto de mim? Deixei de perdoar as transgressões de alguém, ou de ser bondoso para com eles? Será que estou agindo como filho de Deus perante meus parentes e amigos? (V. 12)

Se sou filho de Deus apenas pela regeneração, também como filho, sou bom somente quando ando com tudo colocado na luz. A maioria de nós transforma a oração em chavões religiosos; é uma questão de emoção, de comu­nhão mística com Deus. Mas estamos apenas produzindo um “nevoeiro” espiritual em vez duma oração fervorosa. Se consultarmos todas as provas, veremos claramente o que está errado connosco logo ali — aquela amizade, aquela dívida, aquele mau humor. Não adianta orar, a não ser que estejamos vivendo como filhos de Deus. Aí então Jesus diz: “Todo aquele que pede, recebe”.

Bíblia em um ano: Salmos 116-118; 1 Coríntios 7:1-19

Escrito por Oswald Chambers.

Confira mais devocionais escritos por Oswald Chambers, no original clicando aqui.

Texto retirado e traduzido de Utmost.org

O Propósito Predestinado do Missionário

O Propósito Predestinado do Missionário

A primeira coisa que acontece depois que compreendemos que fomos eleitos em Cristo Jesus, é a destruição de nossos preconceitos e de nossos bairrismos populares; somos transformados em servos dos propósitos do próprio Deus. Toda a raça humana foi criada para...

O Divino Mandamento de Vida

O Divino Mandamento de Vida

A exortação do Senhor nestes versículos é para que sejamos generosos com todas as pessoas sem qualquer excepção sequer. Cuidemos para que nossas afini­dades naturais não exerçam pesos e medidas sobre a nossa vida espiritual. Todos têm afinidades naturais e desse modo...

Você Permanece Firme Com Jesus?

Você Permanece Firme Com Jesus?

É verdade que Jesus Cristo está connosco em nossas tentações, mas será que permanecemos com ele nas tentações que ele sofre ainda? Muitos de nós param de acompanhar Jesus a partir do momento que conhecem através duma experiência o que ele pode fazer. Observe se,...

Share This